sábado, 10 de janeiro de 2015


Aviso.

Olá amigos e amigas, venho por meio desta postagem me desculpar pela irregularidade nas últimas postagens, e justificar a futura falta de postagens que ocorrerá.
Estou com alguns problemas relacionados ao meu computador, por isso comprei outro, mas esse também está com problemas para chegar em segurança e completo em minha casa. O problema do computador junto com os problemas familiares torna o ato de predizer os dias em que estarei livre para postar qause impossível. Então adianto que nessa semana não poderei postar nenhuma ou quase nenhuma vez. Peço humildemente sua compreensão e desculpas antecipadas.
Até logo.

sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Mauvaise Foi

"A Melhor arma do mentiroso é a confiança do inocente"
- Stephen King
Em algum lugar lá fora, desse grande planeta azul, através de oceanos e ao longo do tempo, você pode reconhecer um rosto familiar. Desta pessoa em particular você só terá um vago sentido de memória, alguém que você pode ou não ter conhecido em algum momento da sua vida. Mais ou menos, eles aparecem exatamente naqueles momentos, quando você quer alguém para conversar, não importando com quem.
Eles são simplesmente a negação da sua própria existência. É desta forma que este estranho aparentemente atemporal, até mesmo imortal se você quiser, vai se apresentar a você. Haverá sempre uma pessoa estranhamente familiar, um estranho que você acha que pode se lembrar de alguma experiência do passado, enraizados no pano de fundo de suas memórias. Tenha em mente, porém, que essa pessoa pode ter um nome estranho. Poderia ser o Mike, ou Lindsey, ou Brian. Talvez seja um dos colegas de trabalho de seu pai, ou talvez um ex-vizinho seu que se mudou. Você sabe o que você sabe, mas a partir de agora, bem, você não pode mais confiar nisso.
Um dia, você estará tomando um café no centro de Chicago, e pela janela, você vai vê-lo. Ele vai acenar e sorrir e você vai acenar e sorrir de volta, e você tentará lembrar quem ele é.
"Eu o conheço? Nós estudamos juntos? " Você vai se perguntar. Ou talvez você possa estar andando por uma ponte em Dublin, e olhe, lá está ela, te oferecendo um cigarro. Você acha que vai lembrar o nome dela, mas você não vai lembrar.
"Ela não é amiga da minha irmã? Ela é a namorada de um amigo? " Pode ser, mas quem sabe? Ela vai dizer para você se aproximar dela, ou vai te oferecer um lugar para sentar, assim como uma pessoa que você conhece faria. Vá em frente, junte-se a eles por algum tempo. Você sabe que os conhece, mesmo não se lembrando agora.
Se junte a eles, e converse um pouco. Siga eles, afinal, eles podem parecer estranhos, mas isso não significa que você não pode confiar neles. Tudo bem, basta dar uma boa caminhada, e se pegar, é claro se você quiser. Tente descobrir o nome deles. Não deve ser tão difícil, o nome deles já estava na ponta da sua língua desde que você colocou os olhos sobre eles, quando você os encontrou na ponte. Ou no estacionamento. Ou na biblioteca.
Eles parecem ser amigáveis, é porque eles são mesmo. Sempre educados, sempre espirituosos. Não há necessidade de ser cínico aqui, porque você não tem a certeza de suas motivações, mas mesmo assim, eles são. Se você começar a duvidar deles, então sinta-se livre para fazer quantas perguntas quiser. Pergunte sobre qualquer coisa, como: "Quem é você mesmo?", ou "Onde é que vamos?"
Você provavelmente vai esquecer de fazer isso, mas tudo bem. Você precisa mesmo é manter o foco sobre a caixa.
Ah, eu esqueci de mencionar. Você vai notar que tem algo debaixo do braço dessa pessoa em particular. Sim, trata-se de uma caixa, uma caixa de madeira. Pequena e bem polida. Ela tem uma alça, e até mesmo uma tampa.
Você pode não reconhecer esta caixa rapidamente. É algo muito importante para ser varrido para debaixo do tapete, mesmo que isso não significa nada para você agora. Naturalmente, você vai ficar curioso, e a conversa com o estranho vai inevitavelmente levar ao conteúdo da caixa. Aqui está a sua chance de aprender alguma coisa.
"O que é isso?" Você pergunta o estranho. Se vocês dois estiverem de pé, tudo que estiver próximo a vocês vai simplesmente parar. Não, não se preocupe com isso, é perfeitamente normal. Basta se sentar, e tentar se divertir. Se você tiver senso de humor, a pessoa que você está com, seja ele quem for, eles vai começar a falar.
"Por que você quer saber?" Ele vai te perguntar, mas somente se você realmente quer descobrir. Confie em mim, você não quer saber.
"Eu só estava pensando." Você vai dizer. Seu amigo, o estranho, ele vai sorrir. Ele coloca a caixa na sua frente, quase como se estivesse te oferecendo para dar uma olhada dentro dela.
"O que você acha que é?" O estranho vai te perguntar. Você não vai saber como responder a essa pergunta. Poderia ser qualquer coisa. Qualquer coisa mesmo, ou talvez nada. O estranho, sim, ele é de fato um estranho, vai ver o olhar confuso em seu rosto. Ele vai perceber que você não sabe, e irá sorrir.
"É um portal para o inferno. É cada pesadelo que você já teve. " Ele vai dizer. Ou talvez, ele pode dizer também "É uma abominação, um crime contra a natureza" Ou algo assim. Então, ele vai olhar para você, com um olhar sério.
Então você vai rir, porque para você não é possível que essas coisas poderiam estar nessa caixa. Seria tolice acreditar nisso. Não há absolutamente nada de perigoso nessa caixa. Mas, você continuará não sabendo o que está dentro dela. Nessa caixa, que está nas mãos desse estranho, se esconde um segredo pronto para ser redescoberto.
Mais um segredo, realmente, muito agradável agradável. Definitivamente não pode ser uma surpresa ruim. Ele continua dizendo para você pegar a caixa. Você continua a dizendo a si mesmo que você quer para abrir a caixa.
Se quiser, pode abrir a caixa, o que poderia ter de tão ruim? Quem não gosta de um pouco de aventura? Agora, não se preocupe. É normal ficar um pouco nervoso, não deixe que esses sentimentos dominem você. Basta você ter um pouco de fé, um pouco de confiança, e tudo vai ficar bem.
Não se assuste, é apenas uma velha caixa de madeira, com uma trava e uma tampa. Apenas abra e dê uma olhada, apenas espie um pouco. A curiosidade sempre foi uma coisa boa. Além disso, qual é a pior coisa que poderia acontecer? É totalmente seguro.
Então, quando você encontrar essa certa pessoa, e você certamente vai encontra-la, vá em frente e apenas diga que quer olhar na caixa. Não seja cético, rude ou pessimista. Abra a caixa, essa é uma experiência que poucas pessoas têm.
O que há para perder? Qual a pior coisa que pode acontecer? É perfeitamente seguro, então vá em frente e olhe.
Você pode confiar em mim.

fonte: http://www.creepypasta.com/mauvaise-foi/

quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Sem rosto

Trecho de um Jornal de 1983:
As autoridades locais encontraram uma gravação de vídeo na casa de um homem desaparecido. A policia foi chamada no final da noite, quando os vizinhos reclamaram de gritos e o barulho de objetos sendo jogados na casa. Quando a polícia chegou eles escutaram o que parecia ser um som de um tiro, mas quando chegaram ao apartamento do homem, não havia ninguém lá. O homem tinha 20 anos e tinha uma tatuagem de anjo em seu pescoço.
"Ei Jim, você ainda está com a fita?"
"Não, senhor." 
"A fita dava sons estranhos e imagens sem sentido. Eu quase pensei que não daria certo, mas ai a tela de azul ficou preta de uma hora para outra."
"O nome dele? Ah, o nome dele era Stills Henry. Eu encontrei uma fita chamada "O canal de neve". 
"Eu gravei como prova de que espíritos tentam fazer contato com as pessoas de várias formas. Tenho ajudado muitas pessoas a superar sua dor da perda de um ente querido, permitindo que eles se comuniquem com eles."
"Mas também tenho notado, que alguns espíritos tentam entrar em nosso mundo por meio deste 'portal'. Me disseram para destruir a fita, porque um 'deles' pode acabar vindo para o nosso mundo." 
A fita mostrava os homens fugindo da casa, quando de repente ouviram um grito vindo da tv.
"Essa foi a última coisa que eu ouvi, quando surgiu uma criatura sem rosto através da tv. Ela tinha uma boca grande coberta de sangue. Nos seus dentes, um pedaço de pele, com uma tatuagem de anjo sobre ela." 
Os policiais que assistiram a fita naquela noite desapareceram misteriosamente.



fonte: http://creepypasta.wikia.com/Faceless

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

O Suicídio do Rei

As modernas cartas de jogar são cheias de significados e simbologias. Os quatro reis do baralho, por exemplo, são baseados em verdadeiros governantes: o rei dos diamantes representa os rico Júlio César, o rei de paus é a brutal Alexandre, o Grande, O rei de espadas representa o rei David, mas o rei de corações representa... o Rei Carlos VII da França. 
Também podemos notar que Charles era o único dos quatro reis que realmente estava lá para ver o dia em que seu rosto foi impresso em um cartão de jogo, o que pode pensar por que ele conseguiu ir além dos outros reis.
Charles foi colocado como um rei de copas no início de seu governo, mas ele nunca teve a chance de ver os cartões de jogo, só depois de muitos anos, quando ele ficou muito doente. Foi durante este período que Charles começou a jogar de cartas para passar o tempo, com uma primeira versão de Black Jack, chamada "vingt-et-un" (vinte e um).
Charles estava em sua cama por longos dois anos, sempre jogando com as cartas e ficando mais doente. Como o tempo continuou a passar, houve relatos de que Charles tinha ficado obcecado com a ideia de que ele era a décima terceira carta, e que isso poderia estar trazendo má sorte. Ele dizia que estava começando a ver o número 13 aparecendo em todos os lugares, e ele já havia sido declarado como louco, e seu filho Louis XII assumiu a jogada.
Um dia, vários meses depois do fim do seu reinado, um dos médicos de Charles foi para seu quarto e encontrou um homem frágil e velho em pé no meio da sala empunhando uma grande espada. Antes que o médico pudesse reagir, o rei disse: "Ils m'ont Montre La vérité de Treize, et il n'est pas signifie verter mortels les yeux". Que traduzido fica: "Eles me mostraram a verdade sobre o 13, e não é para os olhos mortais." Sem hesitação, o rei passou a lâmina no lado esquerdo de sua cabeça (entre a orelha e o crânio) e caiu no chão morto.
Depois que o incidente foi anunciado e se tornado público que o rei tinha enlouquecido, a imagem de Charles sobre o rei de copas foi alterada. Embora a imagem agora é menos graficamente, e a imagem de Charles enfiando a espada em seu crânio ainda podem ser encontrados nos dias modernos jogando cartas. 
Talvez a parte mais estranha de toda a história, no entanto, é o dia em que Carlos escolheu para se matar: 1462/07/06. 
Se foi ou não intencional, pode-se perceber um simbolismo estranho nos números: 6 +7 = 13 e 1 + 4 + 6 + 2 = 13 mas podem ser apenas coincidências.



fonte: http://www.creepypasta.com/the-suicide-king/

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

Um canal de televisão diferente

Em alguns canais de televisão, as pessoas assistem duas versões diferentes do mesmo canal. Isso geralmente é causado por filiais que são próximos, por exemplo, enquanto você vive em Nova Jersey, você pode receber também a programação de outra filial do ABC, tanto as pessoas que vivem em Nova York e Filadélfia, ou que vivem no sul da Califórnia e recebem a programação de Los Angeles e San Diego. 
Estes canais, na realidade, não deviam existir. As empresas de televisão são criadas para se concentrar em torno de uma só cidade, mas algumas oferecem duas versões diferentes do mesmo canal.
Se você ver o outro canal, o canal com a pior recepção de sinal, você vai começar a perceber que esse mesmo canal relata eventos que nunca aconteceram, sobre pessoas que não são reais, sobre uma tecnologia que não deveria existir, e anúncios de produtos que você nunca ouviu falar.
Os teóricos da conspiração dizem que essas estações de televisão pertencem a um mundo alternativo. Eles falam que as notícias ficam cada vez piores por lá, nessa dimensão separada da nossa. Há relatos de pessoas que assistiram ao canal desse mundo alternativo.
Só espero que eles não estejam falando de nós.



fonte: http://www.creepypasta.com/a-different-television-channel/

domingo, 4 de janeiro de 2015

Acordar

Eu podia escutar o suave som da água pingando à distância, é sussurros seguidos de sons da maquina que me fazia respirar. Eu não abri meus olhos com medo de ver o ceifeiro, mas eu continuava ouvindo o que estava acontecendo ao meu redor. Eu me sentei, abri meus olhos para me encontrar em um quarto de hospital, havia flores e um cartão na mesa ao meu lado. 
Os médicos no corredor estavam falando baixo. Um deve ter me visto, porque todos eles correram para o quarto, se amontoando em volta da minha cama. "O que aconteceu? Você o viu?" Eles perguntavam, enquanto eles faziam essas perguntas para mim, a minha cabeça começa a doer. Alguém aparece atrás da multidão e silenciou todos, abrindo caminho para a frente. Ele era alto, e parecia ter uns 22 anos, ele tinha olheiras sob seus olhos, provavelmente por falta de sono.
"Deixe a pobre menina descansar" Ele disse, colocando uma prancheta na beira da minha cama. "Eu vou explicar", disse. "A polícia encontrou você na mata há cerca de um quilômetro de distância de sua casa. Havia várias perfurações em todo o seu corpo, e você estava tremendo na neve sem casaco. Alguns de nós verificamos você, mas não conseguimos identificar a causa desses feridas." "Você estava em coma por mais de dois anos" O médico explicou, com seus olhos escuros de tristeza. "Durante o coma, temos escrito várias coisas que você disse em seu sono, coisas inexplicáveis", disse, olhando para a prancheta. 
"Seu estado é estável agora, então você está livre para ir para casa no momento que desejar," O médico disse, pegando sua prancheta e depois saiu da sala. Uma enfermeira me entregou minhas roupas, e o resto dos enfermeiros saíram do quarto para que eu pudesse trocar de roupa. Após fazer isso, eu caminhei até a recepção e sai do hospital.
...
Naquela mesma noite, eu me arrastei para a minha cama, puxando os cobertores até o queixo e olhei para janela. Os ramos se sacudiram contra a janela ao vento. Não conseguia esquecer a face do ceifeiro, especialmente os seus olhos vermelhos. Algo sobre eles era familiar. Balancei a cabeça, me virei para o travesseiro, decidindo pensar sobre isso pela manhã. Fechando os olhos, eu ouvi um suave sussurro.
"Durma bem... eu estarei te esperando"



fonte: http://www.crappypasta.com/wake/

sábado, 3 de janeiro de 2015

O Hospital

Um menino, junto com um amigo, foram explorar o hospital abandonado Heaven North à noite. Dizem quem aconteceram várias experiências desumanas nesse lugar lugar - como o "Experimento do olho", onde agulhas eram usadas para tentar mudar a cor dos olhos de marrom para azul. A maioria dos pacientes morreram misteriosamente dentro de alguns meses.
O menino pensou que o edifício em ruínas era um tanto pacífico - com exceção de um quarto no sétimo andar. Quando eles passaram por esse quarto, eles sentiram que alguém estava os observando.
Eles continuaram andando até que ouviram algo bater no chão daquela sala. Foi então seu amigo o puxou para dentro da sala. A primeira coisa que ele notou foi que haviam vários pedaços de vidro espalhados por toda parte no chão, provavelmente vieram de uma janela que estava quebrada. Ele viu seu amigo olhando para ele, enquanto saia da sala.
Enquanto o menino pegava um dos pedaços de vidro quebrado, ele ouviu um som de algo batendo no chão. Ele olhou para cima quando percebeu que seu amigo havia sumido.
Quando ele correu para a janela e chamou o nome de seu amigo, ele encontrou seu corpo, sem vida e deitado no chão de concreto. Ele se afasta do corpo, quando ele escuta um sussurro em seu ouvido.
"Eu não posso ver..."



fonte: http://inuscreepystuff.blogspot.com.br/the_hospital

sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

Stick Stickly

Stick Stickly pode ser considerado um dos personagens menos criativos que existem, mas ele ocupa um lugar muito especial no coração das crianças que viveram nos anos 90 enquanto Stick fazia parte do programa "Nick in the Afternoon". Stick Stickly apresentava o bloco da tarde da Nickelodeon no verão 1995-1998, mas eu juro que me lembro de ter o visto na TV mais cedo do que isso. 
Eu pensei que eu era louco por um isso, mas recentemente eu encontrei um pequeno fan-site sobre Stick Stickly que dizia que Stick participava de um bloco de tarde em 1993 na Nickelodeon, durante o ano letivo chamado "Lanche da tarde com Stick Stickly". 
Para minha alegria, o site até tinha vídeos de programas de Stickly. Eu assisti um vídeo chamado "Primeira aparição de Stick Stickly".
Stick Stickly estava na frente de um quadro com "Lanche da tarde" escrito com letra normal. Seu visual estava um pouco diferente, seus olhos eram menores, ele não tinha nariz, e sua boca era uma linha reta em vez de ser curvada como em um sorriso. 
Ele fez algumas de suas piadinhas bobas, então disse que "Os Rugrats" estava chegando. O vídeo termina nessa parte. Eu assisti o próximo - havia seis deles e nenhum tinha datas, mas eu acho que estavam em ordem cronológica. O segundo era chamado "Stick fica ferido".
Stick Stickly tinha o mesmo jeito do primeiro vídeo, mas seu corpo parecia um pouco cansado, havia umas lascas saindo do seu corpo. Ele se aproximou da câmera e disse:
"Bem, o cachorro me enterrou na terra de novo, mas eu consegui sair, o show que todos votaram para ver e "Hey Dude". Não se esqueça de enviar seus cartões postais para votar pelo próximo convidado especial! E lembre-se que o endereço é ... "
Ele cantou aquela música clássica sobre os cartões postais, mas a melodia era diferente de episódios anteriores - um pouco mais lenta. Depois que ele terminou de cantar a música, ele apenas ficou imóvel por alguns minutos olhando para a câmera e o vídeo terminou.
O terceiro video era chamado "Stick Enforcado". Stick Stickly estava pendurado em um pedaço de corda amarrada no seu peito. Um menino que parecia ter cinco também estava lá, e havia um quadro-negro, que tinha seis traços desenhados sobre ele, representando uma palavra de seis letras. 
O garoto estava adivinhando letras e cada vez que ele errava uma, a corda em torno de Stick iria subir cada vez mais. O jogo estaria terminado quando a corda ao redor de Stick chegasse ao seu "pescoço".
O garoto adivinhava as letras e quando a corda estivesse a apenas uma letra de acertar a palavra, e também uma letra de chegar ao pescoço de Stick, as letras formavam C_NDLE (V_LA). Era óbvio qual era a palavra, mas o garoto não estava levando o jogo muito a sério, rindo, ele falou a letra x. A corda foi para o pescoço de Stick e seus olhos sumiram, e foram substituídas por dois X. 
Não havia nenhum som por cerca de trinta segundos, o garoto olhou para o "cadáver morto" de Stick. Então, os olhos de Stick voltaram ao normal e ele riu, disse que estava bem e que  "Crianças loucas e selvagens" era o próximo programa.
O quarto vídeo era chamado de "Stick Sai". Stick estava zangado sobre algo que supostamente aconteceu em um vídeo não mostrado no site, dizendo que ninguém o respeitava, que ele era tratado como um palito, e que seu pai era um navio poderoso, e reclamando que o cachorro ficava o enterrando. 
As reclamações de Stick pareciam piadas, mas seu tom era mais grave do que o normal. Uma criança apareceu - não a mesma dos videos anteriores - e disse a Stick que todas as crianças o amavam. 
Stick ficou em silêncio por um bom tempo, então suspirou e disse que iria ficar. Ele nos lembrou de votar no concurso espetáculo convidado de novo e disse que era hora de Rugrats. O quinto vídeo era chamado de "Stick fica com raiva (sem som)." Como a descrição diz, o vídeo era totalmente sem som. Stick ficava se movendo rápido, provavelmente ele estava gritando. 
Uma menina se afastou de perto dele, acho que ela estava com medo. A menina acabou indo embora e Stinck ficou encarando a tela, sua animação era tão simples que eu não sabia se ele estava falando ou gritando.
O sexto vídeo era chamado de "O Vencedor Revelado". Stick tinha uma mancha vermelha escura na cabeça e um de seus olhos estava marcado com um X. Ele não falou nada sobre sua aparência e anunciou que a votação estava encerrada e que era hora de anunciar o convidado especial do show.
Ele se aproximou da câmera e disse:
"Tem sido uma competição longa e acirrada, mas vocês, crianças, decidiram! Vem ai, o clássico que vocês votaram, Candle Cove!"
fonte: http://creepypasta.wikia.com/wiki/Stick_Stickly

quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Ano Velho

Olá amigos e amigas, como estão passando a última noite de ano novo ?
Só passei aqui rapidamente para desejar um feliz ano novo para todos, espero do fundo do coração que nada menos que o melhor aconteça com vocês leitores que deram o suporte necessário para manter o blog firme e forte, mesmo na minha ausência.
Até o ano que vem leitores, espero que tenham um lindo fim de ano e um começo de 2015 cheio de promessas e boas expectativas.

Até o ano que vem.

terça-feira, 30 de dezembro de 2014

Sortudo

Você tem sorte, sabia? Você nunca vai ouvir os sussurros macabros que surgem no fundo do armário, nunca sentir o frio se rastejando em sua coluna vertebral. Você nunca vai fazer uma pausa durante uma volta no corredor, porque você sabe que se você olhar para trás, você vai ver algo que não deveria estar lá. 
Algo que se arrasta, no meio das sombras. Algo que, uma vez que o vê, nunca vai parar de correr em sua direção. Ele não virá atrás de você enquanto estiver dormindo. Ele quer que você saiba que ele está lá. Ele quer que você ouça o som incessante de seus passos, a sua respiração ofegante ecoando pelo seu quarto. Ele sente o cheiro seu medo, e escuta o seu choro, e pode ver o horror em seu rosto enquanto ele se aproxima.Se você tiver sorte, você não vai tentar encontrá-lo. Você nunca vai prestar atenção aos sinais. Você não vai tentar procurar a as coisas que voam pelo canto do seu olho. A ignorância será o seu escudo e sua proteção. 
Não seja muito curioso; leve os sons como se fossem os de uma casa antiga, ou uma falha no aquecedor, ou qualquer outra desculpa que você pode pensar. Faça o que fizer, pense o que quiser, não acredite. Porque uma vez que você acreditar, eles vão se tornar reais. 
E quando você finalmente descobrir quem eles são...
Eles virão para você. 



fonte: http://www.creepypasta.com/lucky/