terça-feira, 20 de maio de 2014

Para os poucos

Eu sou a pessoa mais fácil de se encontrar, porque eu já tive tantos nomes diferentes. Cada pessoa em cada país já deve ter ouvido falar de mim, e sempre falava e pedia à mim quando as coisas estão no seu pior. E eu sou tão fácil de recorrer. Tudo que você precisa fazer é pedir. Não precisa de ritual. Não precisa de oração. Não precisa ter intimidade. Basta perguntar.
Eu sou muito popular entre vocês. Estou na sua música, na sua histório, e até mesmo em sua comida. Eu sou o Papai Noel, o coelhinho da Páscoa, Haphaestus e Nietschze. Eu estava lá, guiando a mão de Shakespeare, o mesmo que faço com Dahmer e Spielberg. Você me pode ter me conhecido, como um homem velho, ou então como uma menina.
Você comprou alguns remédios de mim um dia, na verdade. Se você quer ser realmente pessoal, pelo menos falem comigo. Você não é ruim. Eu gosto de você. Eu sou uma mãe para alguns de vocês, ou um Pai a outras pessoas, e eu estou orgulhoso da maneira que você cresceu na vida.
Mas aqui está a questão. Eu sou poderoso, e você não. Tenho legiões, e você está sozinho. Eu posso fazer você ser meu por toda a eternidade, se quiser. E é tão fácil que você quase poderia fazer isso por engano. Tudo que você precisa fazer é pedir. Nem mesmo em palavras. Apenas... querer. Querer estar comigo.
Querer se juntar a mim.
Se você não está convencido da minha influência, ligue a TV, e olhe nos olhos dos repórteres quando eles mentem para você. Vá à igreja, e olhe nos olhos de um pecador, que lançam a primeira pedra pesada na congregação. Olhe nos olhos de um amigo, um ente querido, ou um estranho.
Todos eles, são meus.



fonte: http://creepypasta.wikia.com/wiki/For_the_Few

4 comentários:

  1. Conheça a verdade por trás das lendas. ------> http://www.prisioneirodomedo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Quem será esse eim?
    É melhor não citar o nome dele.

    ResponderExcluir